quarta-feira, 25 de maio de 2011

Mais desabafos

          Duas e um quarto da manhã e eu aqui, sentado em frente ao computador, pensando e vasculhando o cérebro na esperança de conseguir algo de útil para transmitir, algo que não agrida a inteligência de quem tiver a paciência de “escutar” estas minhas ideias e ao mesmo tempo consiga fazer meditar nas coisas de uma maneira diferente.
          Afinal já devia estar a dormir há horas, pois ás seis e meia terei de acordar para enfrentar a rotina diária da ida para um emprego que não escolhi mas no qual me acomodei.
          Vivo no Porto. O Porto é uma cidade fácil de amar para quem lá nasceu, fácil de odiar para quem tiver essa ideia preconcebida, algo enigmática para quem é de fora mas com um fascínio que sobra para dar e vender. No entanto, não passa de uma cidade como muitas outras:
          Depois de uma noite aparentemente calma a cidade acorda lentamente. Primeiro com a abertura das padarias e outros estabelecimentos que ajudam os madrugadores a matar o bicho matinal, depois, aos poucos, o acumular de gente nas paragens de autocarro, o barulho dos passos das pessoas no passeio e o primeiro engarrafamento do dia.
          Na baixa, já há mais movimento. Automóveis, camionetas, táxis, motorizadas irritantes que ultrapassam todos os limites normais do razoável a nível de decibéis… e tudo isto culmina com a chegada do primeiro comboio que despeja na estação de S. Bento uma quantidade de gente mal disposta e com um humor pouco recomendável, fruto de algumas horas, apesar de ainda cedo, de aborrecimentos e contrariedades.
          Este é o espectáculo degradante que se repete dia após dia, semana após semana, ano após ano… que nos impede de pensar e nos obriga a ser automáticos. No dia seguinte basta carregar num botão e tudo se repete.

Um beijo para as meninas e um abraço para os rapazes,

Jorge

16 comentários:

wind disse...

Aí como cá, é a rotina dos dias que passam sempre iguais...
Beijos

scbmf disse...

Como disse: é igual em todas (ou quase todas) as cidades...

Marta disse...

É isso....
Parece, efectivamente que se carregou num botão e repete-se a cena...
Obrigada pela visita
Beijos e abraços
Marta

Álvaro Lins disse...

Jorge entendo o teu ponto de vista!
Mas o Porto (cidade onde eu vou com frequência), é lindo! O cinzento dos prédios, a Ribeira, etc.
Abraço

tecas disse...

Pois é meu amigo! A rotina de quem precisa de ganhar o pão nosso de cada dia. O Porto é lindo, carago...sou tripeira de gema!.Não há cidade mais bela, nem povo melhor!A nossa ribeira com o seu rio de ouro... vista ao longe, dá uma serenidade que faz esquecer a rotina do dia a dia.
Obrigada querido amigo, pelas palavras de apoio e amizade deixadas no meu blog.
Saudações poéticas.

Fátima disse...

Ah...SR Jorge
Será que é mesmo assim?
Bom, se vc diz... deve ser!
Aqui é tudo diferente.
Se tudo começa a ser repetitivo
eu mudo o rumo.
Olhe, experimente andar de trás pra frente.
Coisas assim!
Vc não acha que vai ser engraçado?
E quando você ficar acordado...
Sonhe...
Sonhe que o seu Porto acordou diferente.
E as pessoas, como você, andam de trás pra frente.
Rs.rs
Com carinho
Fátima

José Sousa disse...

Olá amigo Jorge!

Poderia estar já a dormir mas vim até ao seu espaço para ler e ficar a matutar no que escreves!

Um abraço grande.

transpondo barreiras.

ZezinhoMota disse...

Sim, é isso...Como me lembro quando ia para o Candal (EC) e a barafunda nos comboios depois nos autocarros...

Quantas vezes eu pensava que imitavamos as formiguinhas...ahahahahah!

Quem sabe?

Um abraço e bom resto de semana.


ZezinhoMota

A Poesia do Zezinho II http://zezinhomota1.blogspot.com

Maria disse...

Bom, passei para deixar um beijo :-)
Há tanto tempo que não percorro estes caminhos ... já passaram uns anos ... vi que passaste pelo meu canto e deixaste umas palavras. Gosto de saber que te lembras ainda. Eu também não me esqueci, apenas passeio por outros lugares. Agora não deixo palavras, deixo fotografias. Agora não partilho pensamentos ... fotografo o que me inspira. Mas não esqueço estes cantinhos ... alguns amigos que ficaram pelo caminho mas que não estão esquecidos.
Por isso passei para te deixar um beijo. Talvez um dia volte com outros pensamentos, outras partilhas. Quem sabe! Por enquanto estou aqui se me quiseres encontrar http://www.facebook.com/profile.php?id=1012441482

Beijos

Fátima disse...

Voltei aqui como volta a rotina dos dias no Porto.
Encontrei tudo parado...
Tudo igual!
Não faz mal
Desejo-lhe um bom final de semana.
Com carinho
rosa
de
Fátima

Maria disse...

É o dia a dia de todas as cidades, pequenas ou grandes.
Eu já me safei de horários e rotinas...
:)))

Beijos.

mundo azul disse...

________________________________


Sair do "automático" é uma escolha de cada um... Gosto de fazer tudo com o máximo de atenção e a cada dia, o que é rotineiro se apresenta com nova roupagem...

Gostei do seu texto!

Beijos de luz e o meu carinho...


______________________________

tecas disse...

Olá amigo Jorge, passei para reler:)
De férias...tudo parado por aqui, já há 3 meses?
Está tudo bem? Não seja por motivo de saúde, esta ausência.
Saudações poéticas.

Fátima disse...

Amigo Jorge, cadê vc?
Tudo bem?
Espero que sim!
Com carinho
da
Fátima

Fátima disse...

Voltei de novo!!!

tecas disse...

Então amigo Jorge, o que se passa?
Está tudo bem contigo? Andamos todas a perguntar por ti.
Bem dá notícias...se estiveres bem.
Abraço amigo.